Tecnologia de ponta para gestão de frotas

Maior transparência da sua operação através de plataformas modulares de roteirização, manutenção, monitoramento e abastecimento.

Crea
Senai
Renault
Inovativa

Nossas soluções


Alinhadas com o conceito de Torre de Controle Logístico, fornecemos ferramentas capazes de economizar seu tempo e otimizar sua operação

Roteirizador

Roteirizador

Otimize as suas rotas em questão de minutos considerando as condições de cada cliente

Monitoramento

Monitoramento

Acompanhe a posição dos seus veículos em tempo real e gere indicadores da sua operação

Manutenção

Manutenção

Receba alertas e controle as ordens de serviço considerando os planos de manutenção de cada veículo

Abastecimento

Abastecimento

Reduza os custos com combustível acompanhando a autonomia da sua frota e histórico de abastecimentos

Roteirizador

Roteirizador

Perfeito para otimização de processos

Garanta a melhor roteirização para sua operação com as funcionalidades do nosso algoritmo personalizado

  • Previsão de custos de rota
  • Roteiros automatizados
  • Redução de consumo do combustível
  • Redução de custo com manutenção
  • Controle de carga em cada viagem
Rastreamento

Monitoramento

Tenha um maior controle da sua operação

Acompanhe a localização da sua frota em tempo real e consulte relatórios de eficiência do seu negócio

  • Limite de velocidade
  • Pontos de parada
  • Horas ligado
    + Horas parado
  • Cercas virtuais
  • Histórico de rotas
  • Acelerações, curvas e frenagens bruscas
Manutenção

Gestão da Manutenção

Maior controle de custos da sua operação logística

Realize o controle das manutenções corretivas e preventivas dos seus veículos e equipamentos para reduzir seus custos

  • Plano de manutenções preventivas
  • Alertas de manutenção
  • Histórico de manutenções
  • Registro de ordem de serviço
  • Controle de custos
  • Indicadores de manutenção
Abastecimento

Gestão de Abastecimento

Tenha um maior controle da sua operação

Realize o controle de abastecimentos dos seus veículos e equipamentos para gerir os seus gastos com combustível

  • Lançamento de abastecimentos pelo App
  • Registro de abastecimento
  • Cálculo de autonomia
  • Dashboard interativo
  • Controle de estoque para postos internos

Empresas que confiam

Maxforte
Unimed
Higtop

Mirasol Nestlé
Milfontes
Biosanear

+ 10.000.000

km monitorados

+ 10

prêmios de inovação

100%

território nacional

Quem já falou da gente

Band
Pequenas Empresas, Grandes Negócios
Tecmundo
Globo News

Fique por dentro

Como criar o plano de manutenção ideal para a sua frota

Como criar o plano de manutenção ideal para a sua frota

16 de Janeiro de 2020

Ao longo do ciclo de vida de um veículo as manutenções são um elemento não só presente, como necessário. Elas podem ser exigidas devido a situações emergenciais, ou podem ser feitas seguindo um planejamento. Além dos custos reduzidos as manutenções preventivas tem como vantagem a possibilidade de programar as suas paradas para equilibrar com as demandas operacionais. Caso sua empresa ainda não tenha colocado em prática o planejamento das manutenções abaixo apresentamos algumas dicas para ajudar a iniciar esse processo tão importante. **1. Construa o inventário** Há uma máxima de que só se controla o que se conhece, essa máxima é verdadeira dentro do universo da gestão de frotas. Antes de dar mais um passo defina quais são os equipamentos/veículos que serão objeto desse plano. O ideal é que não apenas os veículos principais mas também os reservas façam parte deste inventário. Para empresas que usam outros equipamentos como máquinas bobcat, retroescavadeiras, e afins é ideal que estes também sejam incluídos. **2. Consulte o fabricante** Como já foi dito em outros textos publicados no passado ninguém conhece mais sobre seus veículos e equipamentos do que os seus fabricantes. Portanto, é importante consultar a documentação fornecida por eles e usá-la para alimentar o seu planejamento. **3. Utilize uma ferramenta para gerenciamento do plano** É importante que a ferramenta escolhida garanta a rastreabilidade dos dados, ou seja, que seja possível consultar dados passados. A ferramenta escolhida deve permitir também que os gastos de cada veículo possam ser comparados entre si, de forma a identificar os principais responsáveis pelos gastos com manutenções. E por fim, a ferramenta deve ser proativa, informando com antecedência a necessidade de manutenções preventivas e quais os serviços que devem ser realizados. Agora, se a sua empresa já realiza algum tipo de controle de manutenções é importante tomar alguns cuidados: **A. Planilhas no seu computador** Planilhas são ferramenta poderosa, porém elas podem apresentar limitações como: * Os dados são salvos localmente, o que pode ajudar que dados ultrapassados sejam compartilhados; * O tempo gasto criando fórmulas, formatando e garantindo que os dados usados são coerentes pode significar uma parcela importante do tempo da sua equipe; * Esse tipo de recurso dificilmente poderá agir proativamente, geralmente elas necessitarão que alguém informe frequentemente o odômetro ou horímetro dos seus veículos/equipamentos. **** **B. Garanta que há alguém responsável pelo acompanhamento dos planos** Estabelecer pessoas dentro da equipe operacional que estão responsáveis por acompanhar o andamento do plano é um passo muito importante, pois, mesmo que a ferramenta haja de forma proativa informando os tempos adequados para realizar os serviços, é importante que exista alguém para observar e agir. É preciso ter uma rotina rigorosa de controle da manutenção dos veículos e deve ser feita a inspeção diária do seu estado a fim de garantir o pleno funcionamento. Manutenções corretivas inesperadas alteram a jornada de trabalho, causam gasto com materiais e afetam diretamente a disponibilidade e produtividade da frota. É importante ter os dados concretos disponíveis para que o gestor possa tomar a melhor decisão e desenvolver melhor o planejamento.

Como a telemetria pode te ajudar a reduzir custos

Como a telemetria pode te ajudar a reduzir custos

15 de Janeiro de 2020

O rastreamento veicular e a telemetria tem se tornado ferramentas cada vez mais comuns na gestão de frotas das empresas, sendo hoje recursos indispensáveis para o controle operacional, segurança e melhoria dos índices de produtividade. **Mas como essas ferramentas ajudam os gestores a melhorar a operação e reduzir custos?** Para explicar isso melhor para você vamos apresentar o que é a telemetria e depois mostraremos como ela pode ser utilizada para a melhoria operacional dentro da sua empresa. **O que é a telemetria veicular?** A telemetria é uma palavra de origem grega que significa medição remota (do grego tele = remoto e metron = medida). Assim, é uma tecnologia que permite a medição, obtenção e transmissão de informação remotamente em tempo real. No setor automotivo a telemetria surgiu em aplicações da Fórmula 1 e é muito utilizada para o acompanhamento de parâmetros de performance do veículo, que podem ajudar a entender por exemplo, o modo de direção do motorista. Alguns parâmetros analisados na telemetria veicular são: * Velocidade; * Torque; * Dados do motor: RPM, temperatura, pressão na ignição, status (ligado ou desligado); * Dados gerais: Temperatura do freio, óleo, água, combustível e sensores diversos instalados no veículo; Assim, é possível para o gestor de frotas ter informações em tempo real sobre os seus veículos, histórico de dados e controle operacional. ![rastreamento-frotas-telemetria](/img/rastreamento-frotas-telemetria.png " Fonte: UNIDAS, Rastreamento veicular e telemetria: Saiba a diferença.") Fonte: UNIDAS, Rastreamento veicular e telemetria: Saiba a diferença. **Como funciona a telemetria?** A telemetria funciona com base na captação de dados do veículo. Um computador de bordo integrado ao motor, sistema de ignição, frenagem e sistema eletrônico do veículo é utilizado para a captação das informações em tempo real. Sensores adicionais ao veículo para a captação de dados extras como abertura de porta, acionamento de plataforma podem também ser instalados e conectados ao computador de bordo. Esse computador de bordo envia as informações, através de rede Satelital, GSM/GPRS ou outra tecnologia de comunicação sem fio, para uma central de monitoramento que processa as informações e gera relatórios de desempenho do veículo. **Benefícios para a operação** O grande benefício para a operação é a disponibilização de informações em tempo real sobre diversos parâmetros da operação que permitem ao gestor ter uma visão clara da situação de maneira rápida, auxiliando a tomada assertiva de decisão. **Alguns dos benefícios principais são:** * Maior segurança: com os dados de telemetria é possível acompanhar o modo de direção do motorista, acelerações, frenagens e curvas bruscas ou velocidade excessiva. Com isso, o gestor pode criar planos de treinamento em direção segura para os seus colaboradores, reduzindo custos com multas, sinistros. * Menor consumo de combustível: Pelo controle do modo de direção do motorista e controle em tempo real da autonomia do veículo é possível ao gestor evitar desperdícios de combustível, roubos e também educar os motoristas para uma direção mais econômica; * Menor custo com manutenção: A partir de informações sobre diagnóstico de falha e modo de direção é possível prever falhas e reduzir o desgaste de peças. Assim, as manutenções corretivas serão reduzidas e a vida útil das peças e do veículo aumentará; * Maior controle da operação: Através da telemetria o gestor pode fazer um controle da rota do motorista, sua jornada, possíveis atrasos e mudanças no plano. Com as informações em tempo real ele pode agir mais rapidamente para ajustar o seu plano operacional, aumentando a eficiência e produtividade da empresa. **Conclusão** A telemetria veicular é uma ferramenta extremamente poderosa para o gestor de frotas, independente do tamanho da sua frota. As empresas precisam investir em tecnologia para aprimorar a sua operação, reduzir custos e manterem-se competitivas no mercado. Com a telemetria as empresas conseguem ter informações que permitem a tomada assertiva de decisão, reduzem custos e alavancam seus negócios.

3 dicas de ouro para a manutenção dos seus equipamentos

3 dicas de ouro para a manutenção dos seus equipamentos

13 de Janeiro de 2020

Sejam eles para aluguel ou para uso próprio, você deseja que seus equipamentos se mantenham em operação pelo maior tempo possível. Para atingir esse objetivos existem algumas práticas que devem ser tomadas. Neste post nós selecionamos 3 dicas de ouro que irão te ajudar a aumentar a vida útil dos seus equipamentos de maneira muito simples. Será que você já pratica todas elas? **1. Limpeza** Pode parecer óbvio, mas manter os seus equipamentos limpos é fundamental para evitar corrosões e ferrugens, aumentando assim o tempo de vida. Embora estejamos falando de um maquinário robusto que foi planejado para trabalhar em ambientes com forte presença de humidade, poeira e lama, a limpeza regular é um elemento fundamental para evitar danos mais complexos que podem impactar significativamente na disponibilidade da máquina. **2. Segurança** A segurança no canteiro de obra e nos seus arredores é um fator importante para evitar imprevistos que geralmente custam caro, geralmente acarretando uma série de manutenções corretivas. Garanta que os seus operadores realmente são capacitados e habilitados para conduzir os equipamentos. Certifique-se também do uso apropriado de sinalização e EPIs. **3. Periodicidade** Ninguém conhece mais sobre como fazer seu equipamento durar mais e melhor do que quem o construiu, dessa forma, garanta que sua equipe segue fielmente o plano de manutenções previsto para cada máquina. Realizar as manutenções preventivas obedecendo as periodicidades indicadas pelo fabricante é uma ação importante não apenas por motivos de garantias mas também porque irá lhe economizar significativas quantias outrora gastas com ações corretivas. Os benefícios De forma muito simples os fatores abaixo devem servir como justificativa para esse esforço consciente no cuidados dos seus equipamentos: * Realizar as manutenções corretamente irá lhe ajudar a agregar valor numa futura venda; * O tempo de indisponibilidade será significativamente reduzido; * Seus equipamentos irão durar mais; * Você conseguirá controlar melhor os intervalos e custos; * A possibilidade de acidentes é reduzida; * Sua eficiência é maior, ajudando assim a atingir os prazos. Quais dessas ações sua empresa já tem tomado? Sua empresa utiliza outras práticas que trazem ótimos resultados? Escreva nos comentários! Com ativos de grande valor agregado como são os equipamentos utilizados em obras a prevenção é a chave para reduzir seus custos potencializar os seus ganhos